Primeiro Emprego: Jovem Aprendiz – Inscrição e Vagas

Falta de experiência é um forte impeditivo. Veja como se tornar um jovem aprendiz e obter o primeiro emprego.



Este é um círculo vicioso clássico: as empresas precisam contratar, mas querem profissionais experientes. Os jovens – principalmente os que contam com poucos recursos financeiros – precisam trabalhar, mas não podem comprovar experiência, uma vez que estão em busca do primeiro emprego.

Macintosh HD:Users:Mari:Dropbox:Mari:yuri:artigos:primeiro emprego:emprego3.jpg

O programa Jovem Aprendiz, do governo federal, é uma boa oportunidade para superar este dilema. A proposta é aliar aprendizado profissional e técnico com o dia a dia do universo do trabalho.

As empresas contratantes obtêm alguns benefícios (redução de algumas despesas trabalhistas) para contratar jovens que querem acumular experiência.

Programa Jovem Aprendiz

Apesar de a contratação de aprendizes ser bastante antiga no Brasil – o artigo 428 da Consolidação das Leis do Trabalho (de 1942) já prevê a unificação de rotina profissional e aprendizado teórico e prático – o programa Jovem Aprendiz tornou-se mais conhecido com a promulgação da Lei da Aprendizagem (lei nº 10.097/2000).

A ideia é simples: contratar jovens de 14 a 24 anos, sem experiência profissional (ou, pelo menos, sem comprovação na Carteira de Trabalho), para desenvolver atividades básicas na rotina das empresas.


Macintosh HD:Users:Mari:Dropbox:Mari:yuri:artigos:primeiro emprego:emprego2.jpg

De acordo com a legislação, todas as empresas com mais de 50 empregados (comércio e serviços) ou 100 empregados (indústria) precisam reservar de 5% a 15% das vagas para a contratação destes jovens.

O primeiro emprego significa não apenas a possibilidade de atuar profissionalmente e dar início a uma carreira promissora. Para a maioria dos jovens brasileiros, obter o primeiro emprego como jovem aprendiz equivale a:

  • colaborar com o orçamento doméstico;
  • aprender uma profissão;
  • dar continuidade aos estudos;
  • manter-se a distancia das organizações criminosas;
  • construir um futuro mais digno e satisfatório;
  • realizar pequenos sonhos.

Como Participar do Jovem Aprendiz?

Uma das exigências para participar do programa Jovem Aprendiz é justamente não ter nenhuma experiência profissional. Estes garotos e garotas, na fronteira entre a infância e a vida adulta, estão se deparando com desafios graves.

O contrato como jovem aprendiz tem duração entre 15 e 24 meses, com boas probabilidades de efetivação ao término do período (exceção aos órgãos públicos, onde o preenchimento das vagas é efetuado obrigatoriamente através de concursos públicos).

As atividades são desenvolvidas em jornadas semanais de 20 a 30 horas semanais e não se limitam a “cumprir as tarefas do emprego”. Os jovens aprendizes são recrutados, selecionados, contratados e qualificados por empresas sem fins lucrativos, as chamadas “empresas parceiras”.

Macintosh HD:Users:Mari:Dropbox:Mari:yuri:artigos:primeiro emprego:emprego1.jpg

Meu primeiro emprego pode ser jovem aprendiz em uma empresa pública?

Sim. Você pode ter sua primeira experiência no mercado de trabalho sendo menor aprendiz do Banco do Brasil por exemplo. Outra empresa estatal que realiza contratações de jovens são os Correios.

Ao contrário das empresas privadas, os órgãos públicos e as empresas de economia mista têm a opção de contratar diretamente os jovens aprendizes, sem a intermediação de uma empresa parceira.  Para tanto, é necessária a criação de um setor responsável pelo desenvolvimento das atividades de capacitação profissional e pelo acompanhamento e supervisão dos jovens.

Agora se preferir ser um Jovem Aprendiz de empresa privada, confira algumas gigantes que estão com vagas abertas:

Qualquer que seja o empregador, no entanto, a jornada deve revezar atividades práticas (do cotidiano de trabalho) e cursos de formação profissional e de desenvolvimento da cidadania.

Tornar-se jovem aprendiz significa concretizar o sonho do primeiro emprego e, ao término do contrato, poder disputar outras vagas, em pé de igualdade com os demais candidatos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *